A FOLHA DO LITORAL

Edilson Dias é o novo presidente do legislativo


HomePage

Por 9 votos e 8 abstenções, o plenário da Câmara Municipal de Guarujá elegeu, na tarde deste domingo (1º), o vereador Edilson Dias (PT) para presidir a Mesa Diretora do legislativo, no biênio 2017-2018.

Também foram eleitos o vice-presidente do Legislativo, José Nilton de Oliveira, o Doidão (PPS); o primeiro-secretário, Edmar Lima dos Santos, o Juninho Eroso (PP); e o segundo-secretário, Joel Agostinho de Jesus (PMDB).
Saiba mais
Nascido em 08/01/1968, Edilson Dias de Andrade é vereador em Guarujá desde dezembro de 2010, quando assumiu a suplência do ex-vereador Luís Carlos Romazzini. Em 2012 e 2016 foi reeleito para função e, agora, também, ocupa a Presidência do legislativo (biênio 2017-2018).

Entre suas principais metas à frente do comando da Casa, está dar maior transparência às ações da Mesa Diretora, enxugar gastos e, sobretudo, tornar o legislativo mais próximo da população, atuando em sintonia com seus anseios e adotando medidas moralizadoras.

Natural de Guarujá, Edilson Dias é casado e tem dois filhos. Metalúrgico, trabalhou por anos na antiga Cosipa (hoje Usiminas). Filiado ao PT desde a década de 1990, foi secretário-geral do diretório municipal da legenda, assim como vice-presidente e, atualmente, é o presidente do PT em Guarujá, além de membro titular do diretório estadual do partido.

Atuação firme
Ao longo dos últimos seis anos em que exerceu a vereança, Edilson Dias atuou sempre na oposição ao Governo Maria Antonieta de Brito, realizando trabalhos marcados pelo rigor na fiscalização dos atos do Poder Executivo e desenvolvimento de ações voltadas aos servidores públicos.

Foi ele quem presidiu a Comissão Processante da Merenda (que quase cassou o mandato da prefeita Maria Antonieta de Brito), assim como esteve presente em todas as comissões especiais de investigação abertas entre 2013 e 2016, o que inclui a CEI da Saúde, a CEI do Transporte Público, a CEI dos Quiosques, a CEI do Caso Matisse, entre outros procedimentos investigatórios realizados.

Desde 2013, Edilson Dias apresentou mais de 3.400 trabalhos e, pelo menos, 10 leis que foram sancionadas e acrescidas à legislação municipal. Um exemplo é a Lei Municipal 4201/2015, que dispõe sobre a concessão de passagem gratuita no transporte coletivo urbano às pessoas de baixa renda portadoras de neoplastia maligna/câncer.

Também é de autoria do vereador a lei complementar que condiciona a análise das propostas de reajuste salarial dos servidores públicos à aprovação dos dois sindicatos, antes de votadas pela Câmara Municipal.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e terno



     

Comente a Notícia!

Seu nome:

Seu e-mail: (não divulgaremos o seu e-mail)

Seu comentário:


Comentários


Ainda não existem comentários para esta notícia.