A FOLHA DO LITORAL

Agora eu quero a caneta na mão para não depender de nenhum Prefeito


HomePage

Duino Verri Fernandes, 67 anos e uma vida a frente de obras que são importantes em Guarujá

 

Realizou projetos como o do Estádio Municipal Antônio Fernandes, o viaduto Floriberto Mariano, cobertura do canal da Av. Leomil e a criação dos loteamentos Morrinhos e Vila Edna, agora se candidata a Prefeito da Pérola do Atlântico.

Por que você quer ser Prefeito de Guarujá?
Eu quero ajudar a nossa população, gerar emprego, concertar a saúde.

Eu tenho um passado de serviço prestado à comunidade e agora eu quero a caneta na mão para não depender de nenhum prefeito para eu faça aquilo que realmente o Guarujá precisa que seja feito.  

Qual o principal problema da Cidade?
O que falta na nossa cidade é respeito. A crise é econômica, e pela má gestão ela se agravou muito. A cidade carece de autoestima, falta iluminação, segurança, limpeza, embelezar nossa Cidade.

A falta de iniciativa aos moradores de rua, não podemos deixar as pessoas pararem no semáforo verem famílias inteiras e jovens produtivos e virarem as costas, assim como poder público finge que não vê. Falta creche e condições para que as pessoas possam estar livres para trabalhar.

Quais as características que farão de você um bom Prefeito?
Eu serei com certeza o gestor público que será aclamado pelo emprego. Eu sou engenheiro e urbanista por educação e estudo muito a cidade.

Duino: Eu serei com certeza o gestor público que será aclamado pelo emprego

 



Eu irei concertar a saúde já que ela carece de controle. Quanto ao emprego a nossa intenção é atrair empresas não poluentes a área do retroporto. Principalmente dando oportunidade a mão de obra feminina, já que concentra 52% do mercado.

Se você der emprego e aumentar a renda familiar, conseguiremos fazer girar o ciclo econômico.

Acredita que faltou o ‘Poder da Caneta’ para ajudar ainda mais Guarujá durante sua experiência como Vice Prefeito?
Na eleição em que eu fui vice de cara ela me cortou! Ela não deixou que eu assumisse, eu pedi para ir a Secretaria de Obras, e no momento em que eu fiz de Guarujá um novo canteiro de obras, ela me demitiu!

E não foi só eu, todos os amigos e todos aqueles que poderiam fazer algo a administração ela cortou, sem dó nem piedade, ela é uma pessoa sem sentimento. Eu peço desculpa a nossa população, por que muitos votaram nela, pelo meu currículo, meu nome e meu passado e induzi todos a este erro e hoje estou aqui corrigindo os meus erros e mostrando que temos possibilidade de melhorar nossa cidade.



     

Comente a Notícia!

Seu nome:

Seu e-mail: (não divulgaremos o seu e-mail)

Seu comentário:


Comentários


Ainda não existem comentários para esta notícia.