A FOLHA DO LITORAL

Porto de Santos cresce na balança comercial e bate recorde em fevereiro


HomePage

O Porto de Santos, no litoral de São Paulo, bateu o recorde de movimentação de cargas para o mês de fevereiro. Pela primeira vez, o mês atingiu a marca de 9 milhões de toneladas, superando a melhor marca, verificada em 2015, quando operou 8,54 milhões de toneladas. Além disso, o Porto de Santos cresceu sua participação na balança comercial em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com informações da Codesp, o total de 9,02 milhões de toneladas, registrado em fevereiro deste ano, superou o recorde anterior em 5,6% e também a expectativa da Codesp de movimentação de 8,5 milhões de toneladas para o mês.

As exportações representaram 6,68 milhões de toneladas movimentadas neste mês de fevereiro, um crescimento de 14,1% em relação ao mesmo período de 2015. O complexo soja (grãos e farelos) foi o produto mais exportado em fevereiro no Porto de Santos, com 2,35 milhões de toneladas, crescimento de 16% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Nas importações, houve uma queda de 13% em relação a fevereiro de 2015. O produto com maior participação foi o enxofre, com 174,5 mil toneladas movimentadas, um crescimento de 15,8% em relação a fevereiro do ano passado.

O movimento de contêineres registrou queda de 7%. O fluxo de navios também registrou queda, de 1,7% no mês, com 399 atracações, contra 406 em fevereiro de 2015.

Balança comercial
Com 30,7% da balança comercial brasileira, Santos cresceu 4,3% em relação a igual período do ano passado, movimentando US$ 13,9 bilhões em cargas na corrente comercial neste primeiro bimestre. Para superar essa participação, seria necessário somar as participações dos sete portos ranqueados abaixo de Santos, que lidera de forma consolidada o ranking nacional.

O resultado foi impulsionado pelas exportações, que contribuíram com 31,9%, o equivalente a US$ 7,8 bilhões. Estados Unidos, China e Argentina foram os principais países de destino dos embarques realizados por Santos. Os embarques de milho lideraram as exportações pelo valor comercial, com 10,7% do total das cargas embarcadas por Santos para o mercado externo. Os principais destinos foram Japão, Irã e Vietnã.

Nas importações, a participação ficou em 29,2%, com o total de US$ 6 bilhões, e verificou-se crescimento de 2,6 pontos percentuais na participação nacional em relação a igual período de 2015. China, Estados Unidos e Alemanha, respectivamente com 20,9%, 17,8% e 8,9%, são os países com o maior valor comercial de mercadorias destinadas a Santos.

As descargas de gasóleo ou óleo diesel tiveram maior expressão quanto ao valor comercial entre as cargas de importação, atingindo participação de 1,42% desse total e respondendo por US$ 85,48 milhões. Os principais países de origem foram Estados Unidos, Emirados Árabes e Reino Unido, respectivamente.



     

Comente a Notícia!

Seu nome:

Seu e-mail: (não divulgaremos o seu e-mail)

Seu comentário:


Comentários


Ainda não existem comentários para esta notícia.